Goiás cai para o Figueirense e perde a primeira no ano no estádio Serra Dourada

0

 O Goiás entrou em campo com a mesma base que conquistou o tricampeonato goiano em cima do rival Vila Nova.

Mais Goiás

Uma semana depois de conquistar o tricampeonato estadual, o Goiás começou com o pé esquerdo no Campeonato Brasileiro da Série B. Neste sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, não jogou bem e perdeu para o Figueirense por 1 a 0, pela primeira rodada da competição. O resultado marcou a primeira derrota do ano do time goiano no local.

O Goiás entrou em campo com a mesma base que conquistou o tricampeonato goiano em cima do rival Vila Nova. A novidade estava no banco de reservas com a estreia do técnico Sérgio Soares, que entrou no lugar de Sílvio Criciúma, interino desde a saída de Gilson Kleina. O Figueirense ainda está se armando depois da decepcionante campanha no Campeonato Catarinense, em que ficou em oitavo lugar. O técnico Márcio Goiano tenta montar um novo elenco.

Mais tranquilo, o Goiás se mostrou mais ativo. No entanto, não conseguiu fazer as infiltrações e não chegava ao gol adversário. A saída foi arriscar os chutes de longe. O mais efetivo foi de Tiago Luis, aos 34 minutos. Da intermediária, ele soltou uma bomba e Tiago Rodrigues se esforçou para rebater.

O Figueirense pouco atacou, mas foi mortal. Aos 37 minutos abriu o placar com Robinho, que recebeu passe açucarado de Henan nas costas da defesa. Antes a bola tinha sido roubada por Jorge Henrique, completando a participação ofensiva do time visitante. E, aos 44, quase que Jorge Henrique ampliou, em um chute no bico da grande área que o goleiro Marcelo Rangel espalmou.

No segundo tempo, o Goiás voltou com duas mudanças no meio de campo. Elyeser e Michael entraram, respectivamente, nos lugares de Léo Sena e Jean Carlos. O objetivo era deixar o time mais agressivo, desde que ganhasse o setor. Além disso, passou a atuar mais adiantado, encolhendo o adversário em sua defesa.

Aos 15 minutos, o Goiás deu uma verdadeira blitz. Michael cabeceou e Tiago Rodrigues rebateu com os pés, o rebate ficou para o chute de Tiago Luis e a bola foi aliviada pela defesa. Machucado, o goleiro catarinense pôs a bola para fora, mas não houve o fair play de Tiago Luis e quase saiu o gol de empate. Na sequência houve um empurra-empurra entre os jogadores.

Muito recuado, o Figueirense praticamente perdeu a opção de contragolpe. Sem intensidade, ficou apenas na defesa para tentar segurar a vantagem no placar. Não foi uma boa opção, mas que funcionou na prática, pelo menos, em termos da soma dos seus três primeiros pontos.

O Goiás já volta a campo nesta terça-feira diante do Paraná, em Curitiba, a partir das 21h30, em jogo adiantado da quarta rodada. O Figueirense vai jogar somente no outro sábado, às 16h30, diante do Náutico, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 0 x 1 FIGUEIRENSE

GOIÁS – Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Alex Alves, Éverton Sena e Patrick; Léo Sena (Elyeser), Victor Bolt (Thalles), Tiago Luís e Jean Carlos (Michael); Carlos Eduardo e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.

FIGUEIRENSE – Tiago Rodrigues; Dudu, Leandro Almeida, Bruno Alves e Iago; Dudu Vieira, Zé Antônio e Robinho (Renan Motta); Luidy, Jorge Henrique (Juliano) e Henan (Marcus Índio). Técnico: Márcio Goiano.

GOL – Robinho, aos 37 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO – Dudu (Figueirense).

ÁRBITRO – Andrey da Silva (PA).

RENDA – R$ 41.440,00.

PÚBLICO – 2.116 pagantes (3.107 no total).

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

 

Share.

About Author

Leave A Reply